Resoluções para 2017 e divagações

Início de ano sempre traz com ele aquelas listas inconvenientes de resoluções.  Qualquer coluna que se lê ou qualquer vlog que se assisti só se fala disso, diferentemente, dos noticiários que se dividem entre a crise nas penitenciárias, agora com a participação das Forças Armadas para controlar as rebeliões, e a morte do ministro Teori Zavaski. Já no Facebook… tá rolando cada teoria da conspiração, que vou te falar…

Eu, ser como qualquer outro, também entrei nessa de lista de resoluções e fiz a minha. Dentre várias promessas- que, claro, não cumprirei nem a metade- escrevi como primeira e mais necessária para 2017: escrever mais.

Por isso, criei este blog que vos “escreve”, para que assim eu me comprometa em escrever semanalmente pelo menos um textinho. Sim, eu sei que semana passada eu só postei um. Farei de tudo para ser mais rigoroso quanto a isso (mais rigoro que já sou comigo). PS1: detesto gente devagar, sonolenta e sem foco. Pronto falei!

Por isso, a lista é grande. Além de escrever semanalmente para o Salada Caesar, também escreverei um livro. Sim, um livro. Porém, será um livro reportagem, cujo projeto está quase pronto. Para quem não sabe o que é um livro-reportagem, é mais um de vários veículos de informação, de jornalismo surgido nos Estados Unidos e chamado pelas bandas de lá de Newjournalism. Indico “Olga” de Fernando Morais, “Rota 66” de Caco Bracellos e “Hiroshima” de John Hersey entre um alista imensa que existe.

Também está na lista de sonhos inalcançáveis, a promessa de ler mais jornais e assistir mais aos noticiários. Até mesmo estudo para isso, não é mesmo? Ano passado, com toda aquela reviravolta na política brasileira, vi que ler jornais e assisti-los estavam me deixando doente. Hoje, com a poeira um pouco mais baixa (nem tanto assim), me permito lê-los. Amo ler jornais, assistir aos telejornais e a ouvir rádio.

          O ano de 2017 tem apenas 22 dias e já li tanto, já assistir a vários filmes e documentários, já escrevi muito e já conheci tantas “coisas” maravilhosas.

Conheci uma banda espanhola chamada Belako. Formada por duas girls power e dois rapazes, Belako é simplesmente arrebatador. PS2: ouço há 5 dias seguidos.

Ah, outra banda “daora” é Cherry Glazerr. Formada em Los Angeles em 2012 pelos músicos Clementine Creevy, Tabor Allen e Sasami Ashworth. Indico “Told You I’d Be With the Guys” e “Had Ten Dollaz”.

        Antes de ontem, assisti a “Paris, Texas” de Wim Wenders e “Barry”, filme que narra a chegada em Nova York e a militância do jovem e, hoje, ex- presidente dos USA, Barack Obama. “Barry” foi dirigido por Vikram Ganhi e está disponível desde o dia 16 de dezembro na Netflix.

Por fim, preciso apresentar para o mundo um grupo de mulheres artistas e feministas que

paris_texas_poster
Imagem de Divulgação

questionam o papel feminino na arte e, claro, também na sociedade. Elas são conhecidas como Guerrilla Girls. Elas que são conhecidas por suas máscaras de gorilas. O uso da máscara tem o proposito de o foco estar sempre na causa e não nelas.

 

Termino esta crônica semanal toda estranha e bagunçada parabenizando todas as “women, trans-people, men and youth”- como bem lembrou Angela Davis– que participaram ontem (21) da Women’s March nos USA e ao redor do mundo. Vocês encheram nossos olhos, corações e timeline de esperança de um mundo melhor para todos. Obrigado!

PS3: ao assistir à cerimônia de posse do novo presidente americano, Donald J. Trump e a marcha das mulheres, terei mais uma resolução para 2017: ouvir mais às mulheres ao meu redor e levar em consideração o que elas dizem.

Imagem: Guerrilhas girls/ reprodução internet

Anúncios

Autor: Salada Caesar

(1992- )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s